Pagina Inicial » Noticias

Notícias sobre Telhas e Telhados

20/08/2007
A Fachada de Cima

Telhados coloridos - verdes, vermelhos, amarelos, azuis - começam a pintar a paisagem das cidades brasileiras. As novas coberturas são realizadas com telhas de concreto, um artefato moderno, fabricado com uma argamassa homogênea de cimento, areia, água, pigmento e, opcionalmente, aditivos plastificantes. No Brasil, ainda há uma enorme área a ser coberta por esse produto, que apenas ensaia os primeiros passos no país: sua participação não passa dos 3%, segundo fabricantes e especialistas da área. Na Europa, por exemplo, as telhas de concreto detêm mais de 50% do mercado e na Itália atingem 70%. Assim, estima-se que há um enorme potencial, ainda inexplorado, no mercado brasileiro.

Um dos diferenciais é a qualidade do produto, muito superior às telhas tradicionais, de cerâmica. Os equipamentos de fabricação, de avançada tecnologia, praticamente induzem os bons resultados no final da linha de produção: um bom maquinário, cimento e agregados adequados, além de respeito às dimensões e especificações das normas técnicas, juntos, fazem com que a telha de concreto tenha um elevado padrão de qualidade. Outra diferencial é ambiental. A fabricação das telhas de cerâmica requer muita energia e libera, em seu processo de produção, grande quantidade de CO². A produção da telha de concreto - por depender apenas da cura do cimento - não libera nenhum resíduo, garantem os fabricantes.

Apesar de tantas vantagens, as telhas de concreto ainda enfrentam certos preconceitos, em geral movidos pelo desconhecimento. Um dos mitos é o de que o telhado de concreto é mais pesado, o que exigiria uma estrutura mais robusta. As telhas de concreto são realmente mais pesadas do que as cerâmicas, quando avaliadas individualmente. Porém, o correto é avaliar o peso das telhas por m2 e a absorção de água, pois em dias de chuva a telha irá aumentar seu peso. O quadro abaixo compara, de modo correto, a contribuição de carga das telhas, considerando o consumo por m2 e a absorção de umidade total. Nessa comparação, as telhas de concreto têm peso por m2 muito similar ou até menor do que as telhas cerâmicas. Além disso, as telhas de cerâmica exigem inclinações maiores do que as de concreto. A declividade dos telhados com peças de concreto segue a norma técnica, de 30% para panos de até 7 m, com aumento de 2% para cada metro adicional. Esta declividade é importante porque determina a velocidade de escoamento das águas no telhado e evita que ocorra o transbordamento da calha de drenagem.

No caso de troca de telhas cerâmicas por telhas de concreto, a estrutura do telhado não precisa sofrer reforço, mas caso o madeiramento de apoio for constituído por ripas de seção 5 cm x 1,5 cm, elas deverão ser substituídas por ripas de 5 cm x 2 cm, isto porque a garra de fixação das telhas (veja desenho) de concreto tem dimensões diferentes.

Desempenho térmico
Para a avaliação do desempenho térmico, é importante saber a cor das telhas. Aqui as telhas de concreto têm uma vantagem significativa devido à diversidade de cores oferecidas ao mercado. As cores vermelhas, tanto para o concreto como para a cerâmica, possuem os mesmos índices de absorção térmico. Mas, quando se usam cores mais claras, como a branca, este índice tende a se tornar muito menor, o que é uma vantagem significativa nas regiões mais quentes do país. Em alguns casos, há até economia significativa de ar condicionado.

Resistência e norma técnica
As telhas de concreto apresentam maior resistência mecânica do que as cerâmicas O valor mínimo estabelecido pela norma é de 250 kgf, enquanto que a telha cerâmica apresenta valor mínimo de 130 kgf. Além disto, como a telha de concreto tem baixa absorção de água, sua resistência não se reduz durante a temporada de chuvas. Todas as características das telhas de concreto estão definidas pela NBR 13858, que está passando por revisão na ABNT. O texto define quatro classes de telhas (A,B,C,D e plana) e trata de limites para estanqueidade, absorção de água, carga de ruptura, peso, esquadro, gap (vão entre cada telha), empenamento e vida útil da telha.

Preço por metro quadrado
Um dos mitos mais comuns é o de que as telhas de concreto são muito caras. Mais uma vez o comparativo de preço não é o milheiro mais sim o m2 de telhado. Quando avaliada desta maneira as telhas de concreto natural (sem pigmento) possuem preço compatível com as telhas cerâmicas. Os fabricantes explicam que o milheiro da telha de concreto custa cerca de R$ 1000,00 contra cerca de R$ 450,00 a R$ 500,00 pelo milheiro das peças cerâmicas. No entanto, para uma área que necessite de 1.000 telhas de concreto serão necessárias 2.000 telhas cerâmicas, explicam os fabricantes. Por metro quadrado de telhado são necessárias 10,4 telhas de concreto e de 15 a 26 peças de cerâmica, dependendo do tipo. Os fabricantes brasileiros insistem em que a telha de concreto pode ser acessível a qualquer classe social. Elas são muito utilizadas em casas de alto-padrão, principalmente quando utiliza cores especiais, mas representam também uma opção que irá levar qualidade às casas de todos os brasileiros.

* Este conteúdo foi produzido com apoio da Anfatecco - Associação Nacional dos Fabricantes de Telhas Certificadas de Concreto

Fonte: http://www.revistaprisma.com.br